fbpx

Portal NBS Digital – Ministério da Economia lança ferramenta para facilitar a classificação

O Ministério da Economia lançou em outubro de 2019 o novo portal NBS Digital, uma ferramenta criada para facilitar a vida das pessoas e empresas que precisam efetuar a classificação fiscal de serviços e intangíveis.

A nova ferramenta será de grande utilidade, pois até a sua criação as pessoas que não tinham uma ferramenta como o Sistema iServices (experimente gratuitamente), da WTM do Brasil, precisavam fazer a busca na NBS e na NEBS em arquivos PDF.

Eu mesmo, quando faço palestras ou cursos sobre o assunto, muitas vezes preciso usar arquivos PDF em sala de aula, um trabalho bem mais difícil do que agora com o novo portal NBS Digital.

Agora é possível fazer pesquisas online de códigos ou parte das descrições das NBS e de suas notas explicativas, além de ser possível navegar pelo Portal NBS através dos capítulos, posições e demais partes da classificação.

Vantagens para Clientes WTM do Brasil com o Portal NBS

Para quem já é cliente WTM do Brasil o Portal NBS será incorporado ao menu do Sistema iServices para facilitar e centralizar o acesso de nossos usuários aos recursos dos sistemas da WTM do Brasil e do Governo Federal.

Para quem ainda não é Cliente: Plano Free ou Avaliação Gratuita

Para quem ainda não é nosso cliente, é possível assinar gratuitamente o Sistema iServices para testá-lo ou solicitar uma Avaliação Gratuita para receber uma hora de consultoria para diagnosticar riscos e oportunidades a partir dos documentos de importação ou exportação de serviços que o cliente pode enviar ao solicitar a avaliação.

Ponto de Atenção Importante:

📢 Utilização futura da NBS na Nota Fiscal de Serviços

Vale destacar que a nota oficial do Ministério da Economia trouxe o seguinte destaque: 

“Futuramente, a nomenclatura também será utilizada para as notas fiscais eletrônicas de serviços.”

O mesmo Ministério já havia anunciado no ENASERV 2019, inclusive em um dos painéis que participei com um representante da Receita Federal, que as informações do Siscoserv (incluindo a NBS) serão gradativamente migradas para a NFSE (Nota Fiscal de Serviços) até que ela substitua integralmente o sistema nos próximos anos.

A notícia causou alvoroço principalmente entre aqueles que, mesmo depois de 7 anos de Siscoserv, ainda não entenderam a importância da emissão de nota fiscal ou documento equivalente para quaisquer serviços prestados ou contratados.

Entretanto, como este é outro assunto, também importante e complexo, resolvemos realizar um webinar para trazer esclarecimentos para o público que nos acompanha.

Webinar - O Futuro da NBS e do Siscoserv

Inscreva-se para a Webinar sobre o Futuro da NBS e do Siscoserv com a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

🚨 “Pegadinhas” na mudança da NBS 1.1 para a Nova NBS 2.0

É importante destacar que o Portal NBS Digital traz apenas a versão da NBS 2.0 (vigente), mas que ainda há empresas com transações não registradas, anteriores ao ano de 2019, e que precisam se utilizar da versão da NBS 1.1 (anterior), que vigorava até 31 de dezembro de 2018 e que ainda é válida para transações ocorridas até aquela data.

No Sistema iServices, da WTM do Brasil, você encontra a classificação de todas as NBS em todas as suas versões, além de contar com os recursos do sistema para evitar que você utilize indevidamente a mesma NBS para todos os anos que tiver a registrar, correndo o risco de que uma eventual mudança na última versão induzam você a erros.

Recomendamos a leitura do post que fizemos sobre a mudança da NBS 1.1 para a NBS 2.0. Fizemos um estudo bem detalhado das alterações e explicamos o impacto delas para quem faz registros direto no site do governo e para quem utiliza um sistema para registros.

Quer entender melhor o que é a NBS?

Veja o post que fizemos sobre o que é a NBS em: https://siscoserv.online/entender-o-siscoserv/o-que-e-a-nbs/

Notícia Original do Ministério da Economia sobre o Portal NBS Digital.

Acesso ao Portal NBS Digital.

Escrito e postado por Lisandro Vieira

Menu